terça-feira, 18 de junho de 2013

É a vida, amigo

Eu sou a faca à noite
fogos de artifício sem festa
rasgo furo explodo
em multidão somos assim
fogo na rua
lixeirinhas quebradas
oh, vândalos
é melhor, muito melhor,
que não fazer nada.
Não é metafísica
não é facebook
não é realpolitik
é gente na rua
quer ir vir onde quer
quer tarifa zero, meu amigo,
tarifa zero.
Não entendeu?
Difícil...
Utopia, impossível, irreal.
Jovens sonhadores,
oh, bonito!
Vamos lembrar, meu amigo,
jornada de 44 horas
descanso no domingo
salário mínimo
licença saúde, maternidade
o pai morreu,
uns dias de folga pelo menos,
pra aplacar a dor.
É a vida, amigo, 
a vida impossível
uns tempos atrás.
É tarifa zero sim!
É a copa pra… (ponha o palavrão que quiser aqui)!
Educação, saúde, 
é isso tudo.
Não é só o aumento
mas é o aumento sim!
E muito mais!
Muito mais!
É a vida
pra ser vivida
sofrimento já tem
não precisa mais.
Sobrevivência?
Cacete, sobreviver?
Não!
É a vida
pra ser vivida
é muito mais!

Goiás, 18 de junho de 2013.